Calor on-line


No alto mar agitado do mundo
Das telas de cristal líquido
Sobem janelinhas de status ‘on-line’,
São como submarinos que
Se tornam em navios coloridos…
Vejo cada coisa repetida,
Uns que pensam que me bloqueiam,
Outros que quando estou a bordo
Se tornam ausentes,
Novamente se transformando
Em submarinos cinzas e silenciosos,
Mas os olhinhos deles acima das águas,
Denunciam que estão ali…
Outras que quando estou,
Não se decidem se ficam
Com os que se vão como ‘off-line’
Ou se vão com os que sempre ‘voltam logo!’
Há também quem prefira
Estar eternamente ‘ocupada!’
Nessa vivência virtual
Muito tripulante esquece dos radares e das ondas.
Mas, você é diferente…
Você não precisa de emotion para emocionar
E nem automatiza os “como vai?” Nem os “tudo bem?”
Suas simples palavras em tons sinceros
Me dizem muito mais que a mensagem gráfica…
Dentre as janelinhas que perguntaram como estou,
Só você conversou com a minha alma.

Cyrus

A amiga Mirna

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s