MISSÕES, MAIS QUE UM DESEJO, UMA ATITUDE


No Peru além do espanhol, também se fala em quéchua (qhichwa), língua primitiva da região. Durante as andanças pelas serras do pais, conhecemos várias comunidades, tivemos a oportunidade ouvir as canções nativas, compartilhar da culinária regional e sua cultura (…)

A igreja La Roca de Horeb, todas as quintas-feiras, promove um culto totalmente em língua quéchua. A verbalização das palavras faz lembrar um pouco inglês, apesar de não haver similaridade de significado da escrita com a língua da América do Norte.

O Senhor Deus tem abençoado o Peru e o evangelho tem sido pregado verdadeiramente em todas as línguas… Com muito esforço a obra missionária da Assembléia de Deus naquele lugar tem alcançado muita gente, independentemente da classe social e do idioma.

Mas ainda há muito o que fazer… Apesar dos esforços, é necessário alcançar amplamente a todos, pois ainda muitos estão necessitando da cura da alma, de uma nova vida em Cristo e a salvação eterna.

São tamanhas as dificuldades financeiras e sociais para que o pais continue avançando, mas cremos que o Deus do impossível, proverá tudo o que for preciso para que a obra missionária siga intensamente.

Você também pode ajudar neste sentido, “pois a obra missionária se faz com os pés dos que vão, com as mãos dos que contribuem e com os joelhos dos que ficam”.

Para ajudar, entre em contato com o CONAMP – Conselho Nacional de Missões da Assembléias de Deus, através do site: http://www.catedraldeperus.com.br/conampe/

Michael Cyrus

Construção do templo temporariamente interrompida por falta de recursos

visita a irmãos que falam em quéchua e vivem nas serras

visita a uma célula liderada pela missionária Rosa

Michael Cyrus em visita a Miraflores (¡recuerdos!)