Mês: novembro 2016

DEPOIS DE TUDO

feet-walking

Há quem afirme que podemos até planejar nossas ações, mas nem sempre prevemos as nossas reações. Eu concordo! Alguma vez na vida, quem nunca se surpreendeu consigo mesmo? Será que você por algum momento ficou surpreso com a sua reação diante de uma situação inédita? Talvez você esperasse reagir de um jeito, mas se comportou de uma forma totalmente diferente… Se isso aconteceu, você não está sozinho.

A verdade é que ações e reações são atitudes que resultam em marcas que imprimimos em nós mesmos e nas pessoas, registramos a vida através das nossas atitudes.  Creio não haver receita pronta para o sucesso do relacionamento interpessoal, mas acredito que quando deixamos de tratar os outros da maneira como queremos ser tratados, automaticamente estamos no caminho do insucesso nos relacionamentos.

As nossas emoções são importantes, sem elas não seríamos o que somos, humanos! Mas, as emoções não nos podem gerenciar, nós é que temos que gerenciá-las. Quando falamos, quando agimos sem pensar, no calor das emoções corremos o extremo risco de curar ou de matar. A cultura do “não levar desaforo para casa” é na verdade um tiro pela culatra.

Às vezes a nossa visão se limita a ver somente o agora, enquanto estamos no calor das emoções, mas e depois de tudo? Depois da resposta impensada? Depois da atitude tomada sem cautela, sem cuidado, sem amor? Depois de tudo, como será? Que este seja nosso pensamento hoje. Nem sempre a vida nos dá outra chance para reparar danos que causamos, por isso, além de inteligência, precisamos de sabedoria e amor para agir e reagir, sempre. Ainda bem que está disponível a nós 24 horas por dia, 7 dias por semana, um amigo chamado Espírito Santo, Consolador. Ele orienta e dá sabedoria a quem o buscar. Por isso, hoje o convide para que Ele possa te guiar e te ajudar nas suas tomadas de decisões.

Assim, em tudo, façam aos outros o que vocês querem que eles façam a vocês (…) Mateus 7:12

Michael Cyrus